Dicas e Sugestões - Usinagem de aços inoxidáveis

Dormer Pramet acredita no compartilhamento do conhecimento obtido durante mais de 100 anos trabalhando na industria metalmecânica. 
​Aqui está uma seleção de dicas e sugestões úteis para usinagem de aços inoxidáveis.
Se você tem um desafio específico ou uma questão não abordada aqui, por favor fale com um de nossos técnicos para possamos ajudá-lo.
Refrigerante e lubrificação:
Ferramentas de corte com refrigeração interna tem uma produtividade superior, porque o fluido atua no ponto de corte, auxiliando  na quebra e remoção dos cavacos além de garantir a estabilidade dimensional do produto.

Sempre que utilizar liquido refrigerante, aplica-lo de forma abundante e continua o contrário pode causar variação de temperatura e conseqüentemente gerar trincas térmicas no gume de corte, que comprometerá a vida da ferramenta.

Óleos de corte integrais tem um rendimento muito bom na usinagem de aços inoxidáveis mas,  se utilizar emulsão, mais conhecido como óleo solúvel, ficar atento a concentração, que deve estar acima de 8%.

Taxas de avanço:
Aços inoxidáveis podem ter variações entre os diferentes fornecedores e lotes. Portanto, ao definir os dados de corte, inicie com valor mínimo recomendado pelo fabricante de ferramentas​
Elevadas taxas de avanço pode causar a transferência de calor para a ferramenta de corte, aumentando o desgaste da mesma.

Endurecimento:
Alguns aços inoxidáveis são propensos a endurecer durante a usinagem. Isto pode ter um efeito negativo sobre a vida da ferramenta e também reduzir a vida útil das próximas a serem utilizadas na mesma peça.
Para minimizar isso, evite o uso de ferramentas com arestas desgastadas, o que poderia causar ruptura da mesma, diminuindo sua vida útil. Efetue controles regulares, buscando sinais de desgaste e mudanças nas ferramentas ou insertos.
Além disso, tente evitar qualquer pausa no processo de corte, pois isso fará com que o acúmulo de calor aumente o endurecimento da superfície usinada.

Propriedades mecânicas:
A alta resistência dos aços inoxidáveis combinada com a sua elevada ductilidade torna a quebra de cavacos mais difícil. Isso aumenta o risco de vibração, que pode afetar a qualidade do acabamento da superfície e reduzir a vida útil das ferramentas de corte.
Para resolver isso, certifique-se que tanto a ferramenta quanto a peça estejam bem fixadas, isso garantirá uma estabilidade melhor do processo de usinagem.

Mantenha sempre que possível o menor balanço possível da ferramentas e da peça, especialmente nas operações de furação e torneamento interno.

Em casos onde ocorra vibração, utilize ferramentas com geometrias mais agudas/positivas e raios menores.

Rosqueamento:
Ao rosquear aço inoxidável, a vida da ferramenta pode ser aumentada se o pré-furo for 0,1 mm maior do que o recomendado.
​Isto irá reduzir os níveis de torque durante o rosqueamento que, por sua vez, aumentará a vida da ferramenta e consequentemente um ganho de produtividade​.

Retirado do site> https://www.dormerpramet.com/pt-pt/newssite/pages/stainless-steel-hints-and-tips.aspx?country=br

Para mais informações e esclarecimentos, entre em contato com nossos especialistas através do e-mail vendas@carlsons.com.br ou 11- 3351-5000

Acesse nossas redes sociais!
Site

Instagram
Facebook

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Central de Tinta Inteligente Graco

Paquímetro: Digital ou Analógico?

Segurança em primeiro lugar! Estiletes